Cabeçalho do site de A Mulher Alcoólica

 

 

O que Alcoólicos Anônimos oferece ao doente alcoólico?

 

 

Alcoólicos Anônimos

QUEM SOMOS?

Alcoólicos Anônimos é uma Irmandade de homens e mulheres que compartilham suas experiências, forças e esperanças, a fim de resolverem seu problema comum e ajudar outros a se recuperarem do alcoolismo. O único requisito para se tornar membro de Alcoólicos Anônimos é: o desejo de parar de beber. Para ser membro de A.A. não há taxas ou mensalidades; somos auto-suficientes, graças às nossas próprias contribuições. Alcoólicos Anônimos não está ligada a nenhuma seita ou religião; nenhum movimento político, nenhuma organização ou instituição; não deseja entrar em qualquer controvérsia; não apóia nem combate quaisquer causas.

Nosso propósito primordial é: mantermo-nos sóbrios e ajudar outros alcoólicos a alcançarem a sobriedade.

Embora a Irmandade de Alcoólicos Anônimos não esteja ligada a nenhuma seita ou religião, tem por costume, no mundo todo, começar e terminar suas reuniões com uma breve invocação conhecida por Oração da Serenidade.

 

O PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO DE ALCOÓLICOS ANÔNIMOS.

 

Raramente vimos alguém fracassar tendo seguido cuidadosamente nosso caminho.

Os que não se recuperam são pessoas que não conseguem ou não querem se entregar por completo a este programa simples, em geral homens e mulheres que, por natureza, são incapazes de ser honestos consigo mesmos. Existem pessoas assim. Não é sua culpa, parecem ter nascido assim. São naturalmente incapazes de aceitar e desenvolver um modo de vida que requeira total honestidade.

Suas chances são inferiores à média.

Existem, também, as que sofrem de graves distúrbios mentais e emocionais, mas muitas delas se recuperam se tiverem a capacidade de serem honestas.

Nossas histórias revelam, de uma forma geral, como costumávamos ser, o que aconteceu e como somos agora. Se você chegou à conclusão de que quer o que nós temos e deseja fazer todo o possível para obtê-lo, então está pronto para dar alguns passos.

 

1. Admitimos que éramos impotentes perante o álcool - que tínhamos perdido o domínio sobre nossas vidas.

2. Viemos a acreditar que um Poder Superior a nós mesmos poderia devolver-nos à sanidade.

3. Decidimos entregar nossa vontade e nossa vida aos cuidados de Deus, na forma em que O concebíamos.

4. Fizemos minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos.

5. Admitimos perante Deus, perante nós mesmos e perante outro ser humano, a natureza exata de nossas falhas.

6. Prontificamo-nos inteiramente a deixar que Deus removesse todos esses defeitos de caráter.

7. Humildemente rogamos a Ele que nos livrasse de nossas imperfeições.

8. Fizemos uma relação de todas as pessoas a quem tínhamos prejudicado e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados.

9. Fizemos reparações diretas dos danos causados a tais pessoas, sempre que possível, salvo quando fazê-las significasse prejudicá-las ou a outrem.

10. Continuamos fazendo o inventário pessoal e quando estávamos errados, nós o admitíamos prontamente.

11. Procuramos, através da prece e da meditação, melhorar nosso contato consciente com Deus, na forma em que O concebíamos, rogando apenas o conhecimento de Sua vontade em relação a nós, e forças para realizar essa vontade.

12. Tendo experimentado um despertar espiritual, graças a estes Passos, procuramos transmitir esta mensagem aos alcoólicos e praticar estes princípios em todas as nossas atividades.

Praticar o Programa de Recuperação é estar na busca de si mesmo pela vida inteira e o homem só começa a ter valor quando procura conhecer a si mesmo.

A jornada em A.A. é a caminhada rumo ao interior, que começa já no Primeiro Passo. Na busca da sua individualidade, da sua singularidade espiritual, o membro de A.A. encontra a resposta à grande indagação: Quem sou eu?

Enquanto praticantes do Programa de Recuperação, os alcoólicos são seres humanos voltados para a descoberta do seu mundo interior, onde vão encontrar a espiritualidade e a solução dos seus problemas íntimos e também o seu valor e a sua dignidade.

Atualmente, os homens procuram soluções que falem ao espírito, que os ajudem na busca da vida interior.

"Quando meus amigos de A.A. e eu nos juntamos, freqüentemente chegamos à conclusão de que, muito provavelmente, Deus deliberadamente criou a doença alcoolismo a fim de criar alcoólicos para que eles pudessem criar Alcoólicos Anônimos e assim, alcançar o movimento de comunidade que caminha para ser a salvação não somente de alcoólicos e adictos, mas de todos nós" (Scott Peck, psiquiatra).

Fonte: www.alcoolicosanonimos.org.br

 

 

Se você não tem problemas com o alcoolismo, ótimo! Mas se conhece alguém que sofre e não sabe que há uma saída após esta leitura poderá orientar.

Share
criarsite.com